What are you looking for?
  • /
  • Viagens
  • /
  • Natal/RN: chegada e primeiras impressões
Natal/RN: chegada e primeiras impressões
1 de janeiro de 2012
106 Views

Natal/RN: chegada e primeiras impressões

As praias da Via Costeira são tranquilissimas

No dia último dia 31, cheguei na bela cidade de Natal – capital do Rio Grande do Norte – acompanhado da minha esposa, para passar o Reveillón e curtir as atrações turísticas do local. Mesmo com a greve dos aeroviários, não obtivemos problemas de atrasos ou quaisquer outros problemas.

Logo que saí do avião senti o sol arder na pele, o calor da cidade é típico do Nordeste – escaldante – porém uma coisa que notei foi que é uma cidade abençoada pelos ventos litorâneos, que amenizam consideravelmente o a sensação de “quentura” – mas cuidado: apesar de amenizar o calor, as queimaduras pelo Sol podem acontecer, então utilizem o bom e velho protetor solar.

Relaxado em Natal / RS

A cidade, apesar de turística, é bem tranquila e hospitaleira, o povo é muito educado e nos comércios o atendimento é exemplar. Para aqueles que procuram agito, aproveito para dar a dica que me passaram: se quiser agitação dia e noite, vá para uma cidade como Porto Seguro/BA ou Fortaleza/CE. Natal é uma cidade para relaxar e curtir o melhor da cultura e da gastronomia nordestina.

Praias

Como nos hospedamos na Via Costeira, as praias também são tranquilíssimas, não se vê os incômodos ambulantes ou lotação de turistas nas praias, muito pelo contrário, parecem paraísos escondidos – talvez pelo fato das praias serem acessíveis apenas aos hóspedes dos hotéis e pela forte presença de formações rochosas em alguns pontos, que torna impraticável o mergulho. As praias ficam agitadas em Ponta Negra (no Sul), onde se vêem a clássica combinação de guarda-sóis e cadeiras lado-a-lado.

Segurança

No quesito segurança, todos falam que é uma cidade que não há muitos incidentes em termos de assaltos ou outros crimes do gênero. Nos dias que ficamos, não ouvimos nenhum problema com turistas. Somente no centro da cidade (no bairro da Cidade Alta) que fomos alertados para tomarmos cuidado com os pertences (câmeras, carteiras, etc), mas nada muito aterrorizante.

Comércio

Um ponto negativo, é que para aqueles que gostam da praticidade dos cartões de crédito (ou débito), há uma lei municipal (ou estadual) que obriga que os estabelecimentos só poderão “passar” o cartão nas máquinas emissoras de cupom fiscal (ECF), ou seja, esqueça da comodidade de passar o cartão na mesa de um restaurante e pense em enfrentar a fila do caixa. Para contornar esse problema, leve dinheiro vivo para o restaurante.

Passeios

A vida em Natal começa muito cedo e termina muito cedo – afinal o sol nasce por volta das 5h30 e as 17h já anoiteceu -, portanto planeje e informe-se sobre os passeios que fará na cidade com, no mínimo, um dia de antecedência. E prepare-se para acordar cedo – muito cedo – pois muitos passeios exigem que você esteja preparado nas primeiras horas do dia.

Bom, como ainda estou nos primeiros dias, não dá pra passar um perfil completo da cidade, mas o que vi até agora estou gostando muito.